Um armazém deve ter uma localização que auxilie na distribuição dos materiais. Para isso, é necessário realizar um estudo para posicioná-lo de acordo com as rotas de escoamento. Na construção de um novo armazém, deve-se levar em conta a facilidade de movimentação dos materiais, com corredores amplos e espaço adequado para a organização.

Por que ter um armazém?

A escolha pela construção de um armazém normalmente se baseia na redução de custos econômicos e ganho de escala na capacidade de distribuição. Os custos de distribuição também podem ser reduzidos com a correta localização do armazém.

De quem é a escolha?

A escolha da localização do armazém é normalmente de responsabilidade de um colegiado formado com as áreas de logística, a área de planejamento, o setor financeiro e normalmente suportado por uma consultoria especializada por colher as informações necessárias e dar apoio na tomada de decisões juntamente com a diretoria da empresa.

Em que informações deve-se basear a escolha?

Para decidir a localização do armazém, é preciso buscar informações de mercado, entendendo quais os períodos de alta e baixa do setor. É também importante o entendimento sobre os produtos oferecidos pela empresa, em especial seu volume, se são ou não perecíveis e a intensidade de movimentação de cada um. Essas informações auxiliam na decisão sobre a disposição dos produtos. As demandas do clientes também devem ser levadas em conta.

Mercado

Entendimento das áreas geográficas de atuação da empresa, que podem variar em uma região, um estado ou um país. Informações a respeito dos produtos mais vendidos por localidade também podem auxiliar nessa escolha.

Redes logísticas

Nesse caso, deve-se analisar quais são os canais de distribuição de cada produto. Quando é necessário transporte por via aérea, o armazém deve estar localizado próximo a aeroportos. No caso de necessidade de vias fluviais ou marítimas, é interessante localizar o centro de distribuição próximo a portos. O mesmo ocorre para o transporte rodoviário, que deve estar localizado próximo a boas estradas.

Demanda de cliente

Nesse tópico, devem ser entendidos os volumes de cargas vendidos a cada cliente e a área geográfica identificada no mercado. O volume pode ser definido quantitativamente em termos de unidade de produção ou também por peso vendido para cada região demográfica. No caso do peso, é possível economizar também no transporte.

Taxa de frete

A decisão sobre a localização do armazém deve passar necessariamente pelas taxas de frete de suprimentos e mercadorias. O frete deve ser cotado em todos os canais de distribuição possíveis, a fim de conhecer os melhores preços e as melhores rotas.

Análise de custos fixos e variáveis

Durante o processo de escolha da localização do armazém, é preciso analisar custos fixos, como a energia e os impostos. Pode ser negociada uma isenção com a prefeitura local, por conta da geração de empregos.

Todos esses fatores devem ser analisados com antecedência, a fim de decidir a melhor localização para o armazém. Dessa forma, é possível reduzir custos de operação e agilizar a entrega dos produtos.

Um boa consultoria pode lhe ajudar nesta decisão. Peça um orçamento sem compromisso.

Ficou interessado nesse assunto? Continue lendo nosso blog ou entre em contato para mais informações! Entre em contato comigo agora 11 95475-6564 ou osmar.vinci@grupoenar.com.br

1