Armazenagem, Dicas, Projeto Logístico, Transportes,

4 dicas para a embalagem e o transporte de eletrônicos que você precisa adotar

Um assunto de grande importância na área de logística é a forma como os produtos eletrônicos e similares são transportados. Para evitar danos, os responsáveis pelo manuseio e pelas postagens devem se valer de boas práticas, essenciais para que o produto chegue intacto aonde deve chegar. Sabendo disso, decidimos reunir algumas dicas para a embalagem que irão ajudar você a garantir um excelente desempenho na hora de transportar aparelhos e acessórios eletrônicos. Continue a leitura!

Como embalar e transportar eletrônicos corretamente

É bom lembrar que veículos usados no transporte estão sujeitos a uma série de imprevistos e, por isso, a operadora deve tomar os devidos cuidados para garantir que as entregas se mantenham seguras. Quando se trata desse tipo de produto, as condições de embalagem e transporte são bem específicas. As dicas que vamos apresentar aqui são usadas por empresas como a FedEx e representam a correta forma de preparo para a entrega de produtos eletrônicos. Veja!

1 – Reforce a embalagem oficial

Alguns produtos já vêm em embalagens originais, apropriadas para o transporte do produto. Entretanto, elas podem se fragilizar após o reuso. Então, o responsável pelo manuseio deve reforçar a proteção da embalagem com uma maior para evitar danos durante o transporte. O material da embalagem colocada deve ser feita de material que amorteça os movimentos na hora do transporte, como plástico bolha ou isopor (loosefill peanuts). Não é aconselhável o uso de papel, pois não garante a segurança.

Use os materiais certos para caso não haja embalagem original

As outras dicas são úteis para caso a embalagem original não esteja disponível. São métodos recomendados para fazer com que os produtos eletrônicos não sofram danos no processo de entrega:

2 – Use o plástico bolha

Essa prática é uma das mais tradicionais. Ela consiste em envolver o produto eletrônico em uma caixa apropriada, com o tamanho entre 7 e 10 centímetros, aproximadamente. Os acessórios sobressalentes podem ser depositados nos espaços livres, mas também precisam ser protegidos pelo plástico. Se não houver espaço livre, envie-os em outra caixa.

3 – Utilize loosefill peanuts (amendoins de isopor)

As populares bolinhas de isopor – ou amendoins de isopor – são ótimas para proteger produtos eletrônicos. Você só precisa cuidar para que os eletrônicos sejam postos em plásticos e não fiquem diretamente em contato com o isopor. Periféricos e acessórios com cabos de energia precisam ser alocadas em outro plástico, também para evitar o contato direto. Importante destacar que nesse processo, as caixas devem ser seladas com pelo menos três camadas de fita adesiva.

4 – Use espuma nas pontas da embalagem

Você também pode usar espumas nas pontas da caixa para proporcionar o amortecimento durante as viagens. Existem caixas próprias com a estrutura necessária para esse tipo de amortecimento. Se você escolher esse método, lembre-se de colocar uma embalagem externa maior com as dimensões exatas para que o produto não se mexa durante o transporte.

Essas foram nossas dicas para você otimizar os processos de embalagem, manuseio e transporte de aparelhos eletrônicos. Aconselhamos que você compartilhe as informações aqui expostas com seus colegas de empresa, para que todos fiquem por dentro das dicas.

Se restar alguma dúvida ou se você quiser fazer alguma observação, deixe um comentário! Entre em contato comigo 11 95475-6564 ou osmar.vinci@grupoenar.com.br

0