Dicas, Projeto Logístico, Transportes,

4 problemas logísticos comuns enfrentados pelas empresas

Qualquer problema que ocorre ao longo da cadeia logística, independentemente de sua gravidade, afeta o tempo de entrega das mercadorias. E quando este prazo é estendido, os custos logísticos são aumentados e a experiência dos clientes é drasticamente impactada. No post de hoje, listamos os problemas logísticos mais comuns enfrentados pelas empresas, bem como maneiras de solucioná-los. Não deixe de conferir:

4 problemas logísticos comuns e como solucioná-los

1 – Atrasos na entrega das mercadorias

O problema mais comum enfrentando pelas empresas está relacionado aos prazos de entrega. Estes costumam ser estendidos quando erros – resultados da falta de planejamento, da dificuldade de comunicação e da falta de visibilidade do andamento dos processos – são cometidos em alguma das etapas da cadeia logística. E este erro, por mais simples que seja, acaba criando um efeito dominó e impactando todo o processo.

Em todos os casos, o bom planejamento dos processos e o estabelecimento de uma comunicação eficiente são as chaves para a garantia da entrega das mercadorias no prazo correto. E a adoção de técnicas, metodologias e ferramentas adequadas é, claro, fundamental para isto acontecer. Abaixo, listamos algumas medidas que ajudam a eliminar atrasos nas entregas de mercadorias:

  • Planejamento colaborativo, envolvendo todos os players envolvidos na cadeia logística, de forma a refletir as percepções e experiências das equipes;
  • Estabelecimento de uma boa comunicação, para que o trabalho flua melhor entre os players e exista uma maior visibilidade do andamento das etapas;
  • Monitoramento de todos os processos em tempo real, para que os responsáveis possam responder rapidamente aos problemas e tomar medidas para contorná-los.

2 – Entrega de mercadorias com avarias

Outro problema típico é a entrega de mercadorias com danos físicos, como rasgos, riscos e amassados, por exemplo. Estes tipos de avaria, geralmente geradas nas fases de carga, descarga e armazenamento, demonstram aos clientes a falta de preocupação da empresa em relação à integridade das mercadorias. Veja algumas medicas que podem minimizar ou até eliminar o problema das avarias:

  • Acondicionamento adequado das mercadorias, levando em conta suas características, as embalagens mais apropriadas e as formas de transporte;
  • Planejamento de rotas internas e externas, para que as movimentações dentro dos armazéns sejam mínimas e os caminhões não passem por estradas precárias;
  • Acomodação das mercadorias em racks metálicos ou caixas plásticas, para que o peso do empilhamento e a amarração não cause danos.

3 – Entrega de mercadorias incorretas

Muitas vezes, as empresas entregam mercadorias incorretas para seus clientes, o que os deixa bastante insatisfeitos. Este problema acaba triplicando os custos logísticos – já que as mercadorias terão que retornar ao armazém e um novo pedido deverá ser entregue, fazendo com que os players logísticos não tenham nenhum lucro. Mas algumas ações podem evitar esse problema bastante comum:

  • Utilização de códigos de barras, para que os players possam conferir, ao longo da cadeia, se a mercadoria que está sendo transportada é a solicitada pelo cliente;
  • Adoção de soluções tecnológicas ou procedimentos técnicos (OTIF) que gerem inventários precisos, que ajudem a equipe a conferir manualmente as mercadorias;
  • Implementação de sistemas com funções de picking e packing, que bloqueiem a finalização do processo de separação de itens não solicitados pelos clientes.

4 – Contratempos na etapa de transporte

Engarrafamentos em rodovias, quebra de algum componente do veículo ou até mesmo acidentes envolvendo o caminhão que está transportando a mercadoria são outros problemas que podem afetar o tempo de entrega. Principalmente em casos como estes, todas as equipes precisam estar cientes do ocorrido, inclusive os clientes. Listamos abaixo algumas providências que devem ser tomadas:

  • Envio de alertas pelos condutores dos veículos, para que os gestores possam ter conhecimento do problema e tomar uma decisão rápida para contorná-lo;
  • Contratação de transporte emergencial (caminhões, helicópteros ou aeronaves) para realizar a entrega no menor tempo possível;
  • Notificação do contratempo aos clientes, para que eles tenha conhecimento do ocorrido e também possam tomar medidas para evitar possíveis problemas.

E então, o que achou desse post? Tem algum outro problema logístico que deixamos de citar? Fale sobre ele para a gente nos comentários! Quer saber como evitar estes problemas? Entre em contato agora osmar.vinci@grupoenar.com.br

0

1 Comentário

Mauricio Carvalho

novembro 13, 2017

A falta de Profissionalismo e comprometimento, da equipe operacional de rua.

Responder

Deixe uma resposta