A guerra de preços certamente é uma das principais reclamações entre empresários. Há concorrência em praticamente qualquer atividade, e nichos poucos explorados são cada vez mais raros.
Com o crescimento do mercado é impossível visualizar a extinção da concorrência, afinal, você também está inserido nela. Mas apesar da palavra “preço” ser um dos principais pontos analisados em uma negociação, ainda sim, existem clientes dispostos a buscar o valor agregado: qualidade e diferenciais dentro de um serviço.
Quantas vezes você teve a promessa de uma remessa em “x” dias úteis e o atraso chegou a ser o dobro, senão mais? Ou situações onde o que é prometido, seja produto ou serviço, fica aquém das expectativas, seja no armazém ou no transporte.
Apesar de qualidade e prazos de entrega surgirem como parte da longa lista de exigências, é fácil encontrar empresas que passam longe desses critérios, e é por isso que prometer prazos e qualidade pode se tornar um diferencial no seu mercado de atuação.
Mas para que isso aconteça, sua estratégia precisa ser assertiva, pois a partir de uma boa estratégia, você projetará seus diferenciais e como resultado, conseguirá destaque no mercado.

Planejamento

Analise seus clientes. Saiba quem são eles, qual a localização, e outros dados que julgue pertinente. Conhecer profundamente seu público não é tarefa fácil, por isso, caso sua carteira de clientes seja grande, vale contratar profissionais específicos para essa tarefa, neste caso um operador logístico pode te ajudar.
Vale também fazer uso de uma poderosa ferramenta. O seu banco de dados. Dependendo do nível de informações que você solicita a cada novo cliente, é possível mesurar quem são seus clientes a partir do banco. Afinal, nele estão contidas informações de contato, compra, localidade, frequência e etc. Normalmente quando elaboramos projetos para os clientes costumamos pedir uma gama de dados para ter uma ótima análise, veja a seguir.

Sistema de gestão de dados

A tendência que invade o mundo dos negócios é a big data. Nela estão englobados poderosos sistemas de gerenciamento e dados.
Por exemplo, empresas que estão entre as primeiras no ranking de estratégia logística, investem milhões por ano em sistemas de gerenciamento. Tudo para agilizar os processos dentro da cadeia de suprimentos (SCM), diminuindo custos e erros, e maximizando lucros e resultados.
No caso do Brasil, a logística ainda é muito nova e ainda apresenta muitos problemas, mas muitos resultados positivos vindos de fora estão sendo aplicados em empresas.
Ainda usando a logística como suporte dessa conversa, é possível que você já tenha ouvido falar de sistema de gerenciamento de armazéns (WMS), ou sistema de gerenciamento de transporte (TMS). Então! Essas são algumas das ferramentas que auxiliam as empresas de logística a manter o fluxo de operações.
A Apoio Logística, por exemplo, possui esses sistemas (TMS, WMS), mas também não deixa de aliar outras tecnologias para atingir as expectativas de seus parceiros e clientes, como por exemplo: coletor de dados no armazém, sistema de gestão de entregas em tempo real, etc.
Ainda no Brasil, um novo sistema de gerenciamento que vem fazendo muito sucesso entre empresas do ramo é o sistema de gerenciamento por voz.
O sistema de gerenciamento de armazéns (WMS) permite que o operador separe os produtos, além de identificação dos produtos de forma muito mais rápidas. Tudo é feito através uma geração de pedido de separação e disponibilizado na tela do coletor de dados, dispensando papéis e planilha de conferência, o sistema permite ainda maior concentração na tarefa por parte do operador, e em alguns casos chega a diminuir até metade do tempo na separação de kits.

Mostre o valor para seu cliente por meio da informação

É recorrente que o cliente escolha pelo menor preço, por “desinformação” sobre o mercado e as especificações que diferenciam o seu produto dos demais. Por isso, ataque na informação. Permita que o cliente acompanhe o processo de produção ou logístico através de dados, e se possível até fotos. Essa tomada traz mais segurança e fidelização do cliente.
Todo esse aparato tecnológico, combinado com a internet forma a big data, que por sua vez, agrega valor de informação o seu serviço ou produto. A integração destes sistemas ou mais, permite que a empresa ofereça informações precisas a seus clientes.
Mas como o cliente vai saber? Existe a possibilidade de compartilhar essas informações (monitoramento) através de gestão web. Mostrar o posicionamento e transmitir essas informações de forma clara e objetiva.
Não adianta criar serviços incríveis se os clientes não estiverem capacitados para notar o valor.
As empresas se diferenciam pela gestão dos processos e, por incrível que pareça, como apresentado no início do texto, cumprir com exigências simples, prazo, qualidade e informação concisa são os melhores caminhos para conquistar clientes.

Logística agregadora

E para esses aspectos básicos e fundamentais a estratégia logística é capaz de criar uma reputação positiva em torno da sua marca, transformando a empresa em uma referência para o cliente.
Agregar valor de qualidade. de lugar, de tempo e valor de informação são resultados de uma boa logística e de uma empresa que é referência de mercado e que ninguém terá receio de contratar.
Ao mesmo tempo, é possível alcançar clientes mais qualificados, que estejam dispostos a pagar mais por um serviço melhor, pois já tiveram problemas antes. É esse cliente qualificado que toda empresa almeja alcançar.

A Apoio Logística quer que voce foque no seu negócio, nosso objetivo é garantir a melhor produtividade na sua operação. Teremos muito prazer em mostrar como isso será possível, usando a melhor tecnologia e contando com vários anos de expertise no segmento. Quer conferir como isto funciona na prática? Entre em contato comigo agora no telefone (11) 95475-6465 ou pelo e-mail osmar.vinci@grupoenar.com

0

Deixe uma resposta