Dicas, Logística Interna, Projeto Logístico, Transportes,

Como a cubagem pode melhorar a eficiência de uma empresa

Ao ser transportada, toda mercadoria ocupa um espaço no compartimento de carga que é medido em kg/m³ e que mostra a densidade adequada para o transporte rodoviário. Quando a carga apresenta uma densidade abaixo do valor normal da padronização do transporte, será necessário ajustar a massa para que assim seja atribuída a sua real densidade.

A cubagem pode melhorar a eficiência de uma empresa, pois esta técnica que visa aproveitar os espaços a fim de otimizar recursos, aumentado o grau de eficiência dos processos. A técnica pode ser feita com um cálculo matemático simples, cujo propósito é otimizar o espaço em que for transportada a carga. Saiba mais sobre o processo, o cálculo e quando vale a pena realizar a cubagem!

Como calcular a cubagem

Basicamente, a cubagem é a redução de uma carga de grande volume e baixa densidade até as dimensões que possam ser transportadas de maneira mais fácil sem danificar o produto. O nome vem do fato da carga ser geralmente acomodada no formato de um cubo.

A relação é de 1 m³/300 kg e para calcular a cubagem, utiliza-se a seguinte fórmula:

Altura x Comprimento x Largura x Fator de cubagem (300 para o rodoviário).

Exemplo: 0,50cm x 0,40cm x 0,95cm x 300 = peso cubado

Em que situações optar pela cubagem?

Geralmente, a cubagem é indicada em situações onde é necessário transportar um grande volume em baixa densidade. Entretanto, é importante responder a algumas questões. São elas:

  • A técnica pode danificar o produto?
  • Sua embalagem será rompida?
  • Ao retornar ao volume original, serão mantidas as suas características?

Optar pela cubagem significa principalmente economia de espaço e de recursos. Caso não fosse possível compactar uma carga de tecido, por exemplo, seria muito mais difícil o transporte, já que apenas uma quantidade pequena de peso – mas com um grande volume – não pudesse ser levada de uma só vez, aumentariam os custos. A cubagem permite que a carga seja melhor acomodada,  a capacidade de armazenamento do caminhão seja melhor aproveitada e com isto haja uma boa negociação comercial.

Da perspectiva do cliente, se o fator principal para a cobrança do transporte é o peso, não faz diferença se vai ser utilizada ou não a técnica de cubagem. Entretanto, se o volume for levado em conta, a situação muda. Desse modo, é necessário que a companhia que realiza o transporte se atente a isso e atribua a uma taxa adicional, caso o cliente opte por não fazer a cubagem.

A que preciso me atentar?

Ao solicitar o serviço de uma operadora especializada, como o GRUPO ENAR, é interessante se informar sobre a possibilidade de cubagem: se não irá danificar o produto e se o custo é menor possibilitando uma melhor contratação de fretes (o que geralmente acontece). Como mencionado, se não houver a possibilidade, a empresa deve ser comunicada antes de contratar o serviço.

Gostou do artigo e quer saber mais informações relacionados a logística? Continue acessando a página e deixe o seu comentário! Voce está contratando os melhores fretes? Quer conferir? Entre em contato comigo agora 11 95475-6564 ou osmar.vinci@grupoenar.com.br

0