Projeto Logístico, Transportes,

Como estimar prazos de entrega com mais assertividade?

As expectativas dos clientes em relação ao tempo de entrega de suas cargas está mudando. Agora, eles querem saber quando exatamente seu pedido irá chegar para poderem planejar suas atividades antecipadamente. Companhias automobilísticas, por exemplo, exigem que as fabricantes de matérias-primas lhes deem um prazo exato para a entrega dos insumos para poderem programar as suas linhas de produção.

Esta exigência acaba colocando ainda mais pressão sobre as fábricas e fornecedoras. Um grave erro que muitas delas cometem é simplesmente supor ou imaginar os prazos, não levando em conta os inúmeros fatores logísticos que podem afetar o tempo real de entrega. E quando as entregas das cargas atrasam, as operações dos clientes acabam sendo impactadas, assim como a sua experiência de compra.

Felizmente, existem alguns métodos e recursos que podem ajudar os gestores a estimarem os prazos de entrega com mais assertividade, com base em dados reais. Falaremos sobre eles a seguir:

Roteirização dos trajetos a serem percorridos

A roteirização nada mais é do que a definição, como o próprio nome já supõe, de um roteiro. Para elaborá-lo, o sistema de roteirização utiliza diversos algoritmos matemáticos, que calculam o melhor percurso entre a sede da empresa e a do cliente. Ao roteirizar os trajetos a serem percorridos, os gestores conseguem estimar com mais precisão o tempo que os caminhões levarão para fazer a entrega e realizar toda a sua logística de distribuição.

Este tempo de transporte deve ser somado ao período em que a carga permanece no armazém. Também devem ser consideradas as horas necessárias para os processos de carga e descarga serem realizados. É importante lembrarmos que alguns sistemas de roteirização também indicam vias livres de avarias e congestionamentos, pois estes problemas aumentam drasticamente o tempo de entrega das mercadorias.

Utilização do recurso de geolocalização

A geolocalização é um recurso que possibilita o acompanhamento em tempo real do deslocamento do veículo que está transportando a carga. Através de um mapa, tanto os gestores quanto os clientes conseguem observar a trajetória da mercadoria e verificar as regiões por onde ela está passando. Esse recurso não auxilia os responsáveis na hora da estimativa primária do tempo de entrega, na fase de planejamento.

Porém, alem disto ele pode ajudá-los nas estimativas secundárias, terciárias ou quaternárias que ocorrem devido à falhas e atrasos nos processos. Na segunda estimativa, por exemplo, os gestores podem utilizar a geolocalização para calcular a quantidade de quilômetros que o veículo ainda deve rodar para chegar ao seu destino final, avaliar a complexidade do percurso e, assim, dar outro prazo para o cliente, ou seja, este sistema pode demonstrar claramente quais são as vantagens de ter uma gestão de entregas em tempo real.

Integração dos participantes da cadeia logística

A integração de todos os players da cadeia logística, incluindo expedidores, transportadores e destinatários, é fundamental para a criação de um ambiente unificado. Neste, os participantes não agem de maneira isolada, mas sim conjunta. Na hora do planejamento, eles recebem as mesmas informações relacionadas às cargas e podem definir o prazo que levarão para concluir cada etapa (transporte, expedição, armazenagem, etc).

Isto pode ajudar os gestores a estimarem prazos com mais assertividade, com base na realidade de cada player. Essa integração também é crucial na hora da realização das atividades. Por estarem cientes de tudo o que acontece na cadeia, os gestores podem tomar melhores decisões no decorrer das atividades e corrigir problemas mais rapidamente, antes que comprometam o tempo de entrega dos pedidos.

E você, como estima prazos de entrega na sua empresa? Já utiliza algum desses métodos ou recursos? Conte suas experiências para a gente nos comentários! Quer ver como este sistema funciona na prática? Entre em contato comigo agora 11 95475-6564 ou osmar.vinci@grupoenar.com.br e agendaremos sem nenhum compromisso uma demonstração de nossa operação de transportes.

0

Deixe uma resposta