Você pretende trabalhar com logística? Algumas pessoas dizem que esse ramo possui um vocabulário próprio, com várias palavras que são usadas diariamente. Conhecê-las facilita a comunicação com empresas de transporte e setores de logística das empresas. Conheça um glossário com os 15 termos mais usados:

1 – Benchmark

É um padrão de avaliação. Ou seja, a melhor performance alcançada entre os concorrentes de um setor. Esse tipo de métrica é utilizado para estabelecer um padrão de medida a ser alcançada, seja em satisfação dos funcionários, de vendas, de número de clientes, etc.

Uma palavra derivada de benchmark é benchmarking, que compara a empresa/processo com os líderes do mercado mundial, sem importar de qual setor eles são. O objetivo é ter uma referência detalhada que permite melhorar processos e empresas.

Além disso, existem variações:

  • Benchmarking competitivo: comparação da empresa com as melhores práticas dos concorrentes diretos.
  • Benchmarking Funcional: comparação da empresa com melhores práticas dos líderes em uma determinada função, sem importar o segmento.
  • Benchmarking Genérico: busca melhores práticas de empresas reconhecidas como mundiais.
  • Benchmarking interno: busca melhores práticas de outras áreas/departamentos da mesma empresa.

2 – Canal de distribuição

Refere-se a tudo que proporciona a movimentação de um produto ou carga. Desde instrumentos comerciais até instrumentos mercadológicos e logísticos. Também podem ser consideradas empresas e indivíduos que auxiliam na gestão de fluxo de materiais, desde os fornecedores até o consumidor final. veja este artigo sobre distribuição.

3 – Consolidação de carga

É uma técnica na qual o transporte passa por todos os clientes retirando suas mercadorias. É a técnica de criar cargas maiores unindo os fretes de vários clientes e tornando possível o envio de pequenas quantidades. veja este artigo sobre carga consolidada.

4 – Controle de capacidade

É o volume produzido comparado ao volume planejado. Conhecer esses dados auxilia a empresa a verificar desvios de produção e adotar medidas para que ela retorne à capacidade normal.

5 – Cross docking

É a rápida passagem da expedição para o cliente. Atraves desse sistema, os produtos entram e saem de um centro de distribuições sem ficarem armazenados. Essa prática aumenta o giro de estoque. Veja esta artigo sobre cross docking.

6 – Daily Routine Work (DRW)

É a aplicação do sistema PDCA nas atividades da empresa. PDCA significa Plan (Planejar), Do (fazer), Check (Corrija) e Act (Aja). Através desse ciclo, podem ser verificadas falhas que são prontamente corrigidas.

7 – Eficiência global

É um produto com uma boa taxa de utilização de equipamento, eficiência e percentual de produtos corretos produzidos. Para conhecer a eficiência global, é preciso fazer medições constantes no equipamento.

8 – Feeder

É um serviço marítimo que distribui as cargas que estão no porto. Esse termo também pode se referir a um porto secundário, que é o distribuidor de uma determinada rota.

9 – Flow-Rack

É um equipamento utilizado na separação de caixas. As caixas entram pela parte de trás do equipamento e são devolvidas pela parte da frente. A retirada da primeira caixa faz com que as outras escorreguem para frente. Esse equipamento é muito útil e tem um baixo custo, por isso se popularizou nos portos.

10 – Free On Board (FOB)

É o preço de um produto sem contar o frete. Nesse caso, o próprio consumidor arca com o custo do frete. Veja este artigo sobre incoterms.

11 – Inbound logistics

É um segmento da logística empresarial. Corresponde ao fluxo de materiais desde o local onde é produzida a matéria prima até a entrada na fábrica. É a logística de matéria prima de uma fábrica.

12 – Just-in-time

É uma técnica utilizada para eliminação de desperdícios e aumento contínuo da produtividade. Na prática, significa produzir os produtos no momento em que a venda é realizada.

13 – Lead time

É o tempo de fabricação de um produto desde a entrada da matéria prima até a saída do produto acabado, calculando tempo de movimentação e transporte das cargas.

14 – Lean production

A produção enxuta é a filosofia que busca a minimização dos recursos utilizados nas tarefas de uma empresa. Dessa forma, tarefas que não geram valor são eliminadas.

15 – Manifesto de carga

É a lista contendo todos os itens presentes em um voo de carga. Nesses manifestos normalmente estão presentes a quantidade de peças, seu peso, nome e endereço do destinatário.

Aprendeu bastante nesse post? Continue nos seguindo para aprender ainda mais sobre logística! Entre em contato comigo agora 11 95475-6564 ou osmar.vinci@grupoenar.com.br

0

8 Comments

José Ricardo

dezembro 20, 2017

Boa noite Sr. Osmar. Trabalhei na BSH Continental na área de Importação e Exportação com o Toni é o Sr. Ricardo Cunha. Me recordo do Sr. na época da Bosch e do Ciesp. Estou acompanhando seus posts e estão muito bons e claros, em linguagem leve e didática. Parabéns!

Responder

Osmar Vinci Filho

janeiro 3, 2018

José Ricardo, obrigado pelas palavras. Um abraço, Osmar

Responder

Sidnei oliveira

fevereiro 21, 2018

Boa noite!
Estou cursando tecnologia em logística e vejo que é uma área muito interessante,pois quero seguir carreira neste novo ramo que estou, trabalho na Bunge alimentos e estou procurando me especializar nesta área de logística, se possível ,gostaria de receber algumas orientações sobre a aplicação do meu curso na área que trabalho como comesa a trilha essa nova carreira de maneira sólida. Obrigado

Responder

Osmar Vinci Filho

março 6, 2018

Sidnei, boa tarde.
No meu Blog tem muito material de leitura. Já é um começo. Um abraço, Osmar

Responder

Fábio Bonfim Rocha

maio 1, 2018

Boa noite!
Gostei bastante das informações!

Responder

Osmar Vinci Filho

maio 2, 2018

Obrigado Fábio. Um abraço.

Responder

givaneide

julho 24, 2018

comecei agora o curso logistica( tecnologo) e ainda estou muuuito perdida…qndo começo a gostar o começo acaba.
me dá um norte Osmar.

Responder

Osmar Vinci Filho

novembro 6, 2018

Gavaneide, continue acompanhando o nosso Blog. Abraços.

Responder

Leave a Reply