O desenvolvimento sustentável vem ganhando força no mercado logístico nos últimos anos. O que muitos empresários não sabem é que a sustentabilidade é um dos braços de outro assunto bastante discutido no meio corporativo: a responsabilidade social no mercado logístico.

É louvável a intenção das organizações logísticas de se tornarem o que chamamos de “empresas cidadãs”. Inclusive, isso tem se tornado um item crucial para conquistar o novo consumidor brasileiro perante a crise financeira do país.

Uma gestão socialmente responsável melhora a visão interna e externa. Mas antes de qualquer iniciativa, é preciso conhecer muito bem o conceito e saber como aplicá-lo. Por isso, neste artigo vamos falar tudo sobre esse tema. Confira:

Afinal, o que é responsabilidade social?

Falar de responsabilidade social é o mesmo que falar dos impactos causados pelo seu negócio à comunidade. Por exemplo, se uma indústria precisa construir sua nova sede em um terreno e for necessária a remoção de algumas árvores do local, é mais do que justo que ela faça um replantio em outro espaço.

Detalhe: isso deve ser feito mesmo se o corte foi autorizado pelo poder público. A responsabilidade social engloba esse tipo de atitude, que tem mais relação com o moral do que com o legal.

É a resposta que se dá em relação às atitudes que geram consequências à vida das pessoas. Por isso, podemos dividir o assunto em categorias:

Responsabilidade corporativa

Diz respeito às atitudes da empresa em relação ao meio em que ela está inserida. Ou seja, são as formas de se relacionar com o meio ambiente, com a saúde, o transporte, a economia e outras atividades locais. O intuito é gerar benefícios mútuos entre comunidade e empresa, o que muitas vezes é feito com a criação de programas sociais.

Responsabilidade empresarial

Já a responsabilidade empresarial tem ainda mais ligação com a gestão interna do negócio. Ser empresarialmente responsável é possuir uma administração ética e que preza pela transparência das informações.

Responsabilidade ambiental

Essa é a mais conhecida por ter relação com o conceito de sustentabilidade, cultura que vem crescendo no mercado logístico. A responsabilidade ambiental tem relação direta com a logística reversa e reúne as políticas criadas pela empresa para preservação do meio ambiente.

Relacionamento empresas x stakeholders

Todos esses conceitos podem ser aplicados em conjunto. É o caso do Grupo Enar, um dos maiores operadores logísticos do Brasil, que fez da responsabilidade social parte estratégica dos negócios.

As ações da empresa englobam o gerenciamento de riscos sociais, ambientais e financeiros, a segurança dos colaboradores, o descarte correto de resíduos e a melhoria do relacionamento com clientes e stakeholders.

Os stakeholders são as partes envolvidas, interessadas ou afetadas pela operação das empresas. No mercado logístico, muitas têm apostado em ações para humanizar o trânsito por meio de campanhas de redução de acidentes, por exemplo.

Outras ainda colaboram com o programa internacional “Na Mão Certa”, de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias. Ou ainda aderem ao “Olho vivo na estrada”, da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), que conscientiza motoristas que fazem o transporte de produtos perigosos.

ABNT-ISO 26000 norteia essas informações

Em 2010, um conjunto de diretrizes foram apresentadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O ISO 26000 passou a nortear o assunto a partir de sete princípios básicos: responsabilidade, transparência, comportamento ético, consideração pelas partes interessadas, legalidade, normas internacionais e direitos humanos.

Vale lembrar que de nada adianta as empresas se dedicarem a ações isoladas e não pensarem no todo. Não é legal diminuir a emissão de poluentes da sua frota para ajudar o meio ambiente se seus funcionários estão com salários atrasados.

A responsabilidade social é “glocal”: une o global e o local. Por isso, pense grande e não subestime a capacidade de participação das pessoas que estão dentro e ao redor do seu negócio. Elas são as grandes influenciadoras do seu sucesso.

Sua empresa já emprega alguma ação de responsabilidade social? Queremos saber quais são e como têm sido os resultados. Deixe o seu comentário! Entre em contato comigo agora 11 95475-6564 ou osmar.vinci@grupoenar.com.br

0