Armazenagem, Dicas, Logística Interna, Projeto Logístico,

Seis Sigma: o que é e quais são as vantagens para a logística

Para que uma empresa se mantenha competitiva no mercado, ela precisa ter o máximo de eficiência. Nesse cenário, aparece a ferramenta Seis Sigma, utilizada no mundo todo como uma forma de melhorar os processos internos e identificar possibilidades de melhorias. As consequências são custos menores de operação e elevação dos lucros para a organização. Mas será que o Seis Sigma funciona na logística?

O que é Seis Sigma

Podemos dizer que o Seis Sigma é uma metodologia, cujo principal objetivo é identificar e reduzir os pontos negativos que ocorrem nos processos e operações das empresas. Por isso, ele pode ser adotado em diversos departamentos, inclusive na logística. O objetivo final é possibilitar à organização uma melhoria contínua, aumentando a lucratividade e a qualidade dos produtos, serviços oferecidos e possibilitando o aumento dos índices de performances KPI’s.

Assim, o Seis Sigma é um conjunto de práticas que, quando implementadas, permitem maximizar o desempenho dos processos, reduzindo os defeitos e as não-conformidades. Devido a isso, o Seis Sigma é adotado internacionalmente, fazendo parte dos temas relacionados à qualidade total.

Como funciona o Seis Sigma

O sigma é uma letra grega que representa uma medida de viabilidade usada para mostrar se o processo está se adequando às especificações do cliente. Portanto, quanto mais alto for o sigma, menores serão os problemas apresentados.

Adotando para a logística, o Seis Sigma significa um processo que atende totalmente às exigências do cliente e não apresenta problemas e situações adversas comuns a esta área, como frota ociosa, atrasos, falta de qualidade, roubos, acidentes, falta de motorista, etc.

Implantando o Seis Sigma

Essa ferramenta segue dois métodos principais, que possuem cinco fases cada. Veja a seguir.

DMADV

Método usado para a criação de desenhos de novos produtos, processos e serviços. Suas etapas são:

  • Definição de objetivos. Eles devem ser consistentes com as estratégias da empresa e as demandas dos clientes.
  • Mensuração e identificação de características críticas para a qualidade do processo, produto ou serviço; riscos; e capacidade do processo de produção.
  • Análise, a fim de desenvolver e elaborar alternativas, criando um desenho de alto nível. Além disso, analisa as capacidades a fim de escolher o melhor projeto.
  • Desenho dos detalhes, otimizando o projeto e elaborando como o desenho será implantado. Nesta etapa, são realizados testes para garantir que a implantação terá sucesso.
  • Verificação do projeto, executando versões piloto, implantando o processo de produção e entregando-o ao seu proprietário.

DMAIC

Voltado para a melhoria de produtos, processos e serviços que já existem. As etapas são:

  • Definição dos objetivos, tanto para as metas a serem conquistadas quanto para as melhorias desejadas. Portanto, estes são os novos objetivos estratégicos da empresa.
  • Mensuração dos aspectos principais do processo existente e coleta de dados a respeito dele. Ou seja, é necessário compreender profundamente como cada etapa dos processos internos é realizada para delimitar as métricas e acompanhar o alcance dos objetivos.
  • Análise do sistema atual, identificando formas de reduzir a diferença entre os números atuais e as metas definidas.
  • Incremento do processo, melhorando-o, mas mantendo a estrutura já existente. Assim, deve-se tentar buscar novas soluções e formas de melhorar os processos.
  • Controlar o novo processo implantado, ajustando qualquer desvio identificado para que não se torne um defeito. Podem ser implantados sistemas de controle, para controlar os processos estatisticamente, ou um quadro de produções, que permitirá o monitoramento contínuo do processo.

Benefícios do Seis Sigma

Apesar de existir um mito de que o Seis Sigma só pode ser implantado em indústrias fabris, a verdade é que ele pode ser implementado em qualquer tipo de empresa, inclusive na logística. Nestes casos, o objetivo é melhorar o atendimento. Além disso, existem outros benefícios que podem ser citados:

  • Redução dos custos da empresa: com processos mais alinhados, reduzem-se as não-conformidades e os projetos caminham de forma adequada. Ou seja, diminui a possibilidade de atrasos, por exemplo.
  • Elevação da qualidade e da produtividade: como afirmado, o Seis Sigma está ligado ao conceito de qualidade total; por isso, os produtos passam a ter mais qualidade. Por sua vez, os processos mais eficientes melhoram a produtividade dos colaboradores.
  • Aumento da satisfação e da retenção de clientes: com entregas no prazo e sem problemas, os clientes tendem a ficar mais satisfeitos e continuar fechando contratos com a sua empresa.
  • Acréscimo da lucratividade: além de ter redução de custos, a empresa também passa a ter mais lucro devido à satisfação dos clientes.

Assim, percebe-se que o Seis Sigma é uma metodologia de grande valor para qualquer empresa. Voltando-se especificamente para a logística, assegura que o trabalho será realizado de maneira mais assertiva, otimizando o tempo e evitando atrasos. Uma das formas de assegurar que a sua logística tenha realmente um processo de qualidade com custos reduzidos é buscar um operador logístico que já tenha esta metodologia aplicada em sua própria empresa.

Gostou de entender melhor como funciona o Seis Sigma? Se você quiser saber mais, deixe seu comentário no post! Quer ver como funciona tudo isto na prática? Entre em contato comigo agora 11 95475-6564 ou osmar.vinci@grupoenar.com.br

0