Comércio Exterior, Dicas, Projeto Logístico,

Veja o que considerar na hora de escolher um despachante aduaneiro

A dinâmica mercadológica da atualidade exige que todas as empresas sejam mais competitivas, fazendo-as tornar seus processos mais ágeis e promover mudanças na forma de fazer negócios, não é verdade? Pois uma maneira de fazer com que a empresa agilize seus processos e obtenha resultados melhores é contando com um despachante aduaneiro, um profissional que pode contribuir bastante para a evolução de sua estratégia corporativa.

É no trabalho do despachante aduaneiro que muitas empresas apostam para ganharem vantagens competitivas e se sobressaírem no mercado. Isso porque ele fica responsável por acompanhar todo o processo de importação ou exportação de uma carga, desde o seu embarque até a sua chegada, além de reunir e apresentar as documentações necessárias para a Receita Federal.

Embora simples estas tarefas não costumam ser executadas com eficiência, qualidade e agilidade pelas equipes internas das empresas pelos mais variados motivos. Mas entre tantos profissionais disponíveis no mercado, como escolher o que presta o melhor serviço? Para ajudá-lo nesta questão, decidimos listar seis fatores que você deve levar em conta na hora de escolher um despachante aduaneiro para a sua empresa. Leia:

Veja o que considerar na hora de escolher um despachante aduaneiro

1. Formação em comércio exterior

No mercado, existem diversos cursos de comércio exterior que formam e capacitam novos despachantes aduaneiros. Por isso, na hora de escolher um para a sua empresa, verifique se ele tem formação na área. Seja online, seja ministrado presencialmente, o curso certamente ofereceu a ele muitos conceitos sobre importação e exportação de cargas, Incoterms que serão fundamentais e para o serviço que prestar à sua empresa.

2. Experiência no mercado

Um curso de formação, apesar de ser um item importante no currículo do despachante aduaneiro, não pode garantir plenamente o seu conhecimento e competência profissional. Isto só pode ser evidenciado através de sua atuação prática no mercado. Por isso, não hesite em averiguar o histórico do profissional, que precisa ter bastante experiência na área, bons conhecimentos nos terminais de carga, portos e aeroportos, de modo a aplicar toda sua ‘bagagem’ na hora atender as necessidades do seu negócio.

3. Credibilidade

Por mais que o profissional conheça bem o mercado, ele também precisa carregar a experiência vivida em diversas empresas. Isso porque a vivência com clientes com perfis distintos constrói um know-how difícil de ser desenvolvido apenas com teorias. E a cada serviço prestado, o despachante aduaneiro acaba acumulando novos aprendizados, que podem ser aplicados em novas empresas para que estas melhorem os seus resultados.

4. Conhecimentos acerca da legislação vigente

O despachante aduaneiro também deve ter muitos conhecimentos acerca da legislação vigente, já que ele será o responsável por solicitar, preencher e entregar inúmeros documentos aos órgãos públicos federais a fim de realizar uma importação de forma legal. Este conhecimento também é importante na hora dele prestar apoio à sua empresa, respondendo todas as dúvidas acerca das operações de desembaraço aduaneiro.

5. Certificações

As certificações também são muito importantes para o profissional, pois provam que ele possui conhecimentos teóricos na área de comércio exterior. Entre as principais, podemos destacar a SASSMAQ (Sistema de Avaliação de Segurança, Saúde, Meio Ambiente e Qualidade), que certifica o despachante aduaneiro a realizar o transporte de produtos químicos, e a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que atesta que suas cargas são submetidas à fiscalização pela autoridade sanitária antes do desembaraço aduaneiro.

6. Comprometimento com a empresa

Um bom despachante aduaneiro também trabalha com metas e objetivos bem específicos e não possui outras responsabilidades que não sejam as atreladas ao contrato de prestação de serviços. Isso acaba alavancando os resultados da empresa, bem como sua competitividade no mercado. Além disso, os gestores não ficam preocupados com as burocracias relacionadas ao desembaraço aduaneiro, podendo manter o foco nos negócios e exercer outras atividades com maior eficiência.

Viu só quantos fatores você deve levar em conta na hora de escolher um despachante aduaneiro? Entre em contato comigo agora 11 95475-6564 ou osmar.vinci@grupoenar.com.br

1