Dicas, Projeto Logístico, Transportes,

Voce sabe o que envolve o seguro de transporte de cargas?

O transporte de cargas é um dos pontos mais importante dentro da logística.  Não exatamente o trajeto que o material percorre mas a importância de se fazer um seguro que cubra os imprevistos desse percurso. Neste post, nós veremos os detalhes do seguro de transporte, desde o seu conceito até especificidades mais detalhadas, como os diversos tipos de modalidades existentes. Vamos começar?

O que é o seguro de transporte de cargas?

Ele é a garantia para o transporte de sua carga, podendo ser dividido em duas categorias distintas: o seguro de transportes, que pode ser contratado tanto por vendedor ou comprador e o de responsabilidade civil, que é contratado pelo transportador da carga.

O seguro de transporte de cargas pode ser aplicado tanto para o mercado interno quanto para o externo. Já o de responsabilidade civil possui diversas ramificações. O principal objetivo é estabelecer junto ao prestador de serviços de transporte, um valor específico para as indenizações caso aconteça eventuais danos causados à carga transportada.

Para transportes internos ou externos, o seguro cobre transportes feitos por via rodoviária, aérea, aquática ou, ainda, multimodal. O que ocorre, na prática, é que todas as mercadorias transportadas devem ter os dois tipos de seguros: o de transportes e o de responsabilidade civil.

Quem deve contratar o seguro?

No caso da contratação, alguns detalhes devem ser esclarecidos. O primeiro deles é que o seguro de transporte civil não tem relação alguma com o de responsabilidade civil. Isso porque não se confunde a propriedade da carga transportada com a responsabilidade por se transportar tal carga.

No caso do seguro do transporte, quem deve contratar é o proprietário da carga, garantindo fisicamente o patrimônio durante o transporte, que pode ser multimodal.

O seguro do transporte multimodal, conhecido como seguro porta a porta ou também conhecido door to door. E realmente cobria todo o percurso, fosse aéreo , marítimo ou terrestre. Hoje, aliás, nem se faz mais assim. Geralmente a cobertura cessa quando a mercadoria é nacionalizada. Aí  o risco passa a ser do transportador terrestre.

Um outro ponto, é que o seguro do transporte multimodal ainda não está sendo totalmente operacionalizado na prática. A regulamentação parou um pouco não por causa da parte técnica, mas sim porque existe uma discussão sobre quais os documentos que serão utilizados no seguro quando a carga passa por dois ou mais estados. Na verdade, para ver quem fica com os valores de tributação, etc.

Já o seguro de responsabilidade civil, também conhecido como seguro obrigatório, pois é obrigatório por lei, aliás, decreto-lei. Ele garante os bens transportados desde a entrega pelo proprietário até o descarregamento no destino final. O responsável pela contratação é o transportador da carga. Conheça a seguir quais são os principais tipos de seguros:

Entenda mais sobre o seguro de transporte nacional

Regulamentados desde a década de 1960, os seguros de transporte nacional estabelece que a obrigatoriedade da contratação de seguros por pessoas jurídicas para as cargas que serão transportadas em território nacional. O principal objetivo é segurar a carga contra os riscos inerentes aos transportes por ferrovias, rodovias, por via aérea ou por hidrovias dentro do território nacional.

Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga – RCTR-C

Este seguro, que tem a contratação de responsabilidade do transportador, garante a ele indenização por pagamentos realizados em decorrência de prejuízos causados às mercadorias transportadas, como colisão, batida, capotagem, tombamento, incêndio ou explosão.

É válido para todo o território nacional, devendo ser apresentado o conhecimento de transporte rodoviário, a nota de embarque ou algum outro documento que comprove que o transporte foi contratado.

Responsabilidade Civil Facultativa por Desaparecimento de Carga – RCF-DC

Este seguro garante contra o roubo das cartas transportadas. Roubos por ameaça grave ou violência são cobertos, também quando o veículo transportador é levado pelos bandidos, situação do desaparecimento de carga.

O valor deste seguro depende de diversas variáveis, dentre elas a própria carga transportada, o tipo de transporte, a embalagem, a perecibilidade, o destino, o tipo de cobertura, entre outros.

Dispensa de Direito de Regresso – DDR

Desde a década de 1990, quando era muito difícil realizar seguros de cargas farmacêuticas, a DDR começou a ser utilizada. Àquela época, as seguradoras isentaram as transportadoras da responsabilidade, desde que as transportadoras seguissem um Plano de Gerenciamento de Risco. No caso de sinistros, não haveria responsabilidade, desde que esse plano fosse seguido. Com o tempo, os medicamentos voltaram a ser cobertos por seguros e a prática deixou de ser necessária, mas já era usada para outras mercadorias.

Atualmente, as cartas DDR são acompanhadas por um Plano de Gerenciamento de Risco, o qual deve ser obrigatoriamente seguido pelas transportadoras. Como são muitas cargas, são muitos planos também, o que gera o aumento do risco com falhas e o consequente cancelamento destas cartas. Por fim, os aspectos legais destas cartas DDR, juntamente com os Planos de Gerenciamento de Risco, devem ser analisados constantemente para evitar entraves legais.

Um operador logístico devido ao seu grande volume de clientes possui contratações interessantes nestas modalidades e realmente podem trazer economias significativas para sua empresa.

Voce tem problemas com seguro de sua carga no transporte ou no seu armazém? Deixe um comentário para nós!

Quero agradecer a contribuição da Cristina Variz Martins da empresa da empresa Serviseg Seguros.

Visite o nosso Blog. Entre em contato comigo agora 11 95475-6564 ou osmar.vinci@grupoenar.com.br

 

0

2 Comentários

Servicio de transporte medellin

maio 17, 2017

Excelente blog, es de mucha importancia dar a conocer temas con estos ya que así los cliente puede saber en que momento y como se puede efectuar reclamos cuando se contrata y no se cumple con el contrato!! Saludos

Responder

Osmar Vinci Filho

junho 16, 2017

Obrigado pelas palavras. Saludos

Responder

Deixe uma resposta