O seguro de cargas é um assunto muito importante para todas as empresas que precisam transportar sua mercadoria de um lugar a outro, seja para entrega ao consumidor final, a atacados ou para filiais. O seguro garante que caso a carga se perca ou seja roubada, o valor dela não se torne um prejuízo para a organização. Por esse motivo, as empresas contratam a mais variada gama de seguros de cargas. As apólices de seguro podem ser nacionais e internacionais e, dentre as nacionais, as mais utilizados são RCTR-C e RCF-DC. Saiba mais!

Nacional

O seguro nacional pode ser contratado para cada viagem separadamente. É possível contratar seguro total sobre a carga, seja com transporte próprio ou terceirizado. Nesses casos, o transporte é feito por um embarcador.

Internacional

No caso de cargas que cruzam a fronteira, é essencial a presença de um despachante aduaneiro. Nesses casos, a opólice de seguro deve seguir o combinado no contrato de exportação/importação. O responsável pelo frete e pelo seguro deve ser acordado no contrato.

RCTR-C

Esse é um seguro obrigatório, que deve ser pago quando há a ocorrência de transporte rodoviário. Ele cobre perdas e danos sofridos por terceiros que foram entregues a você pelo transporte, desde que essas danos tenham sido causados por acidentes com o veículo que o transportava, como tombamento, colisão, capotagem ou explosão, por exemplo.

RCF-DC

Esse seguro não é de aderência obrigatória, mas para que seja possível a sua contratação, deve-se contratá-lo em conjunto com o RCTR-C. Ele cobre o desaparecimento de carga quando o veículo que a transporta também desaparece. Ou seja, apropriação indevida, furto, roubo, extorsão, extorsão mediante sequestro ou durante uma viagem fluvial na Amazônia, por exemplo.

RCT-A

Esse seguro é mais utilizado por empresas de transportes aéreos. Ou seja, companhias que, além do percurso rodoviário, também tenham autorização do Departamento de Aviação Civil para operar transporte aéreo.

Qual a importância do seguro de cargas?

Com um seguro de cargas, o contratante do seguro tem direito a reembolso em caso de a carga ser roubada ou furtada no meio do caminho. Através de um seguro, a empresa também transmite confiança aos seus clientes, mostrando sua preocupação com a carga.

O seguro se torna extremamente necessário para cargas perigosas. São consideradas cargas perigosas as que oferecem risco a saúde das pessoas, ao meio ambiente ou à segurança pública. Para elas, há um seguro específico que deve ser contratado.

O seguro de carga é importante. Para saber exatamente qual o seguro certo para a sua empresa, pode ser necessária a ajuda de um especialista. Deve-se entender para quais cargas é importante contratar um seguro opcional e para quais o seguro obrigatório é suficiente. Além disso, antes de optar por um seguro, é preciso entender o contrato para que a opção contratada esteja dentro das especificidades citadas. Com uma boa gestão de riscos, é possível negociar bons seguros de forma que o custo final se diluia no valor do frete.

Saiba como o GRUPO ENAR cuida da segurança dos produtos de seus clientes. Entre em contato comigo agora 11 95475-6564 ou osmar.vinci@grupoenar.com.br.

Gostou das nossas dicas sobre seguros de carga? Continue acompanhando o no nosso blog e entre em contato para mais informações! Abraços

 

0