Armazenagem, Logística Interna, Projeto Logístico,

Descubra a importância garantida da área de logística interna para uma empresa

Nos anos 90, com o crescimento da economia e os avanços da tecnologia, o comportamento das empresas e dos profissionais em relação à logística mudou drasticamente. Se naquela época a logística era sinônimo de transporte e distribuição, hoje é tratada com um dos principais pilares do sucesso das organizações. Principalmente devido à sua enorme capacidade de agregar valor aos produtos e serviços oferecidos, satisfazer as necessidades e desejos dos clientes e promover o ganho de vantagens competitivas no mercado.

Mas ao contrário do que muitos imaginam, a logística não compreende apenas as atividades relacionadas à distribuição. Antes das matérias-primas ou bens produzidos chegarem aos seus destinatários, permanecem armazenados na sede da empresa, onde são manuseados, embalados e catalogados. E para gerirem de forma eficaz o fluxo de movimentações destes bens, em áreas de armazenamento, as organizações contam com a logística interna. A seguir, conheça melhor sobre esse conceito, bem como a sua importância:

O que a logística interna pode fazer pela minha empresa? 

Basicamente, a logística interna ou logística in house (como é chamada por alguns profissionais) é composta por atividades primárias, como manutenção de estoques, processamento de pedidos e transportes, as quais possuem grande importância para a maximização dos níveis de serviços. Já as demais operações (recebimento de mercadorias, alimentação de linhas de produção e gerenciamento e controle de estoque de matéria prima e produto acabado) são consideradas operações de apoio, pois dão suporte às atividades primárias, integrando assim a logística interna da empresa.

Para Michael Porter, professor de administração e economia da Harvard Business School, a logística interna refere-se às atividades associadas ao recebimento,armazenamento e distribuição de insumos dentro de uma organização, tais como:

  •          Manuseio de materiais;
  •          Armazenagem;
  •          Controle de estoque;
  •          Programação de frotas;
  •          Veículos e devolução para fornecedores

Segundo ele, a logística interna é extremamente importante para as empresas, pois oferece as condições materiais necessárias a um custo justo para que elas possam desenvolver suas atividades com eficiência e eficácia.

A relevância da logística interna no ambiente empresarial

Dentro de uma empresa, os processos da logística interna são responsáveis pela movimentação e armazenagem dos materiais. Sem eles, não haveria o fluxo de movimentações de embalagens, empilhadeiras e meios de transporte, a alimentação das linhas de produção e o gerenciamento do estoque. Os altos custos gerados por estes problemas acabariam inviabilizando os processos produtivos, deteriorando as vantagens competitivas conquistadas pelos demais setores.

Por fim, não haveria a distribuição física, e os produtos não seriam encaminhados para onde está a demanda e a comercialização não seria concretizada. Neste sentido, as empresas que desprezarem a logística interna poderão comprometer não apenas o desenvolvimento de suas estratégias, mas também o crescimento de seus negócios no mercado.

Os benefícios da logística interna gerados para as organizações

Quando executada de forma correta, a logística interna permite a movimentação adequada de materiais dentro de unidades produtivas, assim como a redução de estoques e um aproveitamento eficaz da mão de obra, eliminando grande parte dos recursos necessários para a execução das tarefas de transporte, que não agregam valor aos clientes. Isso gera um aumento drástico na produtividade e garante a disponibilidade de materiais e recursos no momento e na quantidade certas.

Com a logística interna, também é possível otimizar os fluxos de movimentação criando rotas padronizadas e cíclicas, visando alocar os funcionários em pontos estratégicos e aproveitar melhor a estrutura da organização. E com a menor movimentação interna, o ciclo de reposição de estoque se torna mais inteligente, os processos internos se tornam ágeis, os custos com manutenções são reduzidos e a quebra de estoque é eliminada.

Nos últimos anos, esta sub área da logística vem chamando a atenção de muitos gestores no mundo inteiro por causa de sua capacidade de aumentar a competitividade das empresas em um mercado cada vez mais global e concorrido. Outras vantagens é elevar os ganhos de maneira significativa e criar um ambiente mais estável de fluxo interno, com resultados mensuráveis. A sua implantação no ambiente corporativo também representa um grande diferencial nas decisões de planejamento e gestão interna da produção.

E você, já utiliza a logística interna para controlar o fluxo de movimentações de matérias primas e produtos acabados na sua empresa? Que benefícios ela trouxe para os negócios? Entre em contato comigo agora 11 95475-6564 ou osmar.vinci@grupoenar.com (revisado)

4