No setor logístico, é cada vez mais importante reduzir custos e estar na vanguarda dos preços. As empresas são cada vez mais competitivas e orientadas para o mercado e para os consumidores. Além disso, o setor está cada vez mais especializado e oferecendo melhores serviços. O cliente de hoje está mais crítico com questões como a segurança e a qualidade da sua compra, não apenas com a satisfação em torno do produto. Mas como reduzir custos sem perder a eficiência? Quais são os custos logísticos da sua empresa?

Os custos logísticos das empresas

Segundo um estudo conduzido pela Fundação Dom Cabralo transporte representa o maior custo do setor logístico de uma empresa; na verdade, o custo com transporte pode representar entre 20 a 30% do seu custo total de um produto.

O transporte rodoviário no Brasil corresponde a 58% do sistema logístico nacional. No entanto, de acordo com a Confederação Nacional do Transporte, 69% das estradas brasileiras estão em más condições. As mais prejudicadas são aquelas localizadas nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, o que gera um maior custo de transporte. Além disso, o custo aumenta no transporte a longa distância, tanto para o produto final quanto para a matéria-prima.

Uma última questão tem a ver com a segurança. O nível de roubos e furtos é muito alto, então o custo para segurar as cargas transportadas é muito alto. Uma empresa não deve colocar sua carga em um único caminhão porque o risco será muito alto. Uma opção é dividir a carga em caminhões menores para diminuir riscos. Ao dividir cargas, a empresa diminui o custo do seguro, mas aumenta o custo com transporte. Então, como driblar esses problemas e reduzir custos? Como ter um sistema logístico mais eficiente?

3 fatores que contribuem para a logística eficiente

Assim, há três chaves que podem ajudar a reduzir os custos de logística do seu negócio:

1 – Formação de alianças estratégicas

Este fenômeno tem sido chamado de criação clubes estratégicos e é formado por grupos de empresas inter-relacionadas que trabalham no mesmo setor industrial e colaboram para benefícios comuns. Tais parcerias permitem a redução no preço de transporte quando essas empresas enviam suas mercadorias para os mesmos pontos geográficos, o que maximiza o espaço e permite às empresas compartilhar os custos logísticos.

2 – Rastreabilidade 

A definição deste termo refere-se ao número de mecanismos que controlam o processo de evolução de um produto em cada uma das suas fases. A logística de produtos alimentares e farmacêuticos permite ao consumidor obter informações sobre precedência, para evitar consequências desastrosas devido ao consumo de produtos em más condições. A tendência das empresas de distribuição é oferecer aos seus clientes a capacidade de saber onde um produto foi produzido e onde um produto está em tempo real.

3 – Terceirização 

A adoção da terceirização resulta em uma melhor produtividade para a empresa e reduz os custos logísticos, operacionais e de pessoal. Ao terceirizar sua logística, uma empresa pode oferecer um serviço com alto nível de qualidade aos seus clientes, uma vez que o operador logístico contratado é capaz de otimizar os processos de entrega e armazenagem. Também será capaz de solucionar devoluções e demais ocorrências de forma imediata. Além disso, ao terceirizar a sua logística interna, a empresa poderá focar em atividades que trazem valor para os seus negócios, o que resultará em maior produtividade.

E você, já conta com um operador logístico terceirizado para otimizar a logística interna da sua empresa? Quer um diagnóstico gratuito de sua logística interna? Entre em contato comigo agora 11 95475-6564 ou osmar.vinci@grupoenar.com.br

0